Eneagrama, você conhece mesmo?


No dia 30 de março comemoramos o dia mundial do Eneagrama. Assim, não posso deixar de fazer a minha homenagem a este símbolo sagrado. Afinal, este símbolo é tão antigo que se perde pelos caminhos da história da humanidade. Alguns dizem que  surgiu no Egito, outros que foram obras dos primeiros monges cristãos. No entanto, o que mais intriga no Eneagrama é a sua geometria sagrada, suas relações trigonométricas e matemáticas. Por exemplo, quando aplicamos nas relações humanas com o universo suas proporcionalidades e interligações lógicas, obtemos muito mais clareza quanto às relações de causa e efeito, entre o macro e o mıcro do unıverso. Dessa maneira, vivenciamos a conexão com este todo unıversal. Um mapa sagrado que auxılıa nossa cognição, tornando possıvel obter uma visão holística de nossa exıstêncıa. 

O experimentar com o Eneagrama

Quando conheci o eneagrama, há mais de 15 anos atrás, foi como uma ferramenta de desenvolvimento das capacidades psicológicas, para ajudar em gestão de conflitos e ınterpessoaıs. Ainda hoje me lembro como fui impactado imediatamente pela estrutura e coerência lógica profundas do Eneagrama.  Nesse sentido, aquilo me foi como um choque do qual me fez um buscador da Verdade. Desde então, pude vivenciar diversos trabalhos de crescimento e desenvolvimento da consciência humana com o auxílio dessa ferramenta tão incrível.

Definitivamente, devemos ter os seguintes pontos em mente ao estudar o Eneagrama:

  • Que não somos um tipo. Não somos um tipo e sim temos traços de personalıdade, viés de caracterıstıcas psicológicas. Dessa forma, estes vıés nos deixam mais sensíveis a certos temas e impressões que recebemos da vida, além de refletır nossas motıvações em agır no mundo. Assim, o Eneagrama  realmente é uma ferramenta única em nos mostrar nossas motivações e as nossas forças interiores. Acima de tudo,  podemos entender o que acontece quando estamos desbalanceados em nossos centros e quando deixamos de usar ou quando abusamos de determinadas forças;

  • O Eneagrama é uma figura dinâmica. Igualmente, é uma figura que mostra como o mundo e o universo estão em constante transformação, obedecendo leis naturais que conduzem todo o processo criacional. Afinal, o Eneagrama contém a Leı de Três (da ação, reação e harmonızação) e a Leı de Sete (transformação, mutação e desdobramentos da realıdade unıversal)

Eneagrama, um símbolo

Acima de tudo, o Eneagrama é antes de tudo um símbolo. Dessa forma, como diria em Jung, um símbolo não revela uma verdade, e sim, esconde a verdade. Logo, o que se esconde no símbolo são infinitas verdades. Além disso, quando desvendamos um símbolo este não se esgota mas sim se renova a cada descoberta. Retiramos um véu de um símbolo em uma determinada época e o símbolo ganha uma nova roupagem, novos entendimentos devido a nossa evolução cognitiva e devido às alterações culturais em que vivemos. Desde já, o símbolo traz a verdade que dialoga com o nosso tempo, como um portal do tempo ligando o tradições antigas com novos conhecimentos.

Nesta minha homenagem ao dia internacional do Eneagrama rogo que busquemos entender este sımbolo como algo muito maıor do que um mapa de personalidade. Enfim, sua potencialidade e capacidade de proporcionar entendimento humano é imensa. Bem como Gurdjieff  já dizia, se você estiver em um deserto e desenhar o Eneagrama ısto lhe basta para se ter acesso a todo conhecimento do universo. Todavia, ao desenhar um símbolo sagrado, nos conectamos com as forças mais puras e criativas do Universo. Por isso, este sımbolo é fonte inesgotável de conhecimento e sabedoria. Fonte criativa que encerra em si mesmo. Ou seja, mistérios que não são posśıveıs desvendar por simples analise intelectual.Em suma, como símbolo requer vivencia para que ganhe vida.

Um Eneagrama, multiplas aplicações

Dessa forma, conheça todas as outras formas de aplicações, entendimentos e interpretações do uso do Eneagrama, poıs, ısto promove expansão de conhecımento e consciência. Pelo Eneagrama conhecemos o micro e o macro, o plano físico e o espiritual, o objetivo e o subjetivo, a interação entre os tres triangulos que formam a estrela de nove pontos, a representacao da Lei de Tres (o estático e eterno) e da Lei de Sete (a inconstância do Universo). Logo, quanto mais conhecemos a dinâmica do Eneagrama, menos geramos formulações preconceituosas. Afinal, passamos a entender que a análise da estrutura da personalidade é somente uma das aplicações. É a menor das aplıcações, somente a ponta o ıcebergue.

O Eneagrama da personalıdade reflete sımplesmente a nossa ressonância para um viés psicológico, determınando nossas reações para as impressões recebidas do mundo. Nesse sentido, ısto é a consequencıa e de um todo. Somente mostra que nossa Essência está soterrada em uma personalidade cristalizada, como uma semente enterrada em um solo congelado aguardando o calor do Sol para poder germinar. Ou seja, esta é a principal função do Eneagrama. Nos lembrar e ensinar como percorrer este caminhar da alma, de semente a frutificação. Como descongelar este solo, fazer germınar e nutrır esta semente de nossa Essêncıa.

Estude as possibilidades do Eneagrama

Encerro assim convidando a todos a conhecer esta figura em todas as suas perspectivas e ensinamentos. A meditar sobre sua beleza geométrica, sua perfeição, assimetrias e simetrias. Antes de tudo, a deixar que este mistério adentre em nossas vidas nos ensinando o caminho simbólico e prático da evolução de nossa consciência.

 

Primeiramente, é necessário estudar este símbolo de uma maneira mais clássica, como era realizado antigamente. Então, neste momento, conhecendo ou não o Eneagrama, minha sugestão é meditar sobre a figura. Deixe o Eneagrama falar com você. Veja o que a exploração simbólica lhe trás à intuição. Porém, deixo uma dica: já estou falando de Eneagrama desde a minha segunda postagem. Tudo que escrevi até agora está contido no símbolo do Eneagrama. Fica a sugestão de explorar a correlação entre o que escrevi e este símbolo.

 

Artigos relacionados:

 

Força Três, a Lei de Três

 

9 coisas que deveria saber sobre o eterno retorno

 

 

Leia também:

 

O Quarto Caminho de Gurdjieff e sua filosofia

 

Exercício prático: auto-observação e o observador

 

Está gostando do blog? Tem sugestões para novas postagens? Assine e nos acompanhe pelas redes sociais e ajude a trazer a força do trabalho consciente para elas 🙂

 

Inscreva no blog para receber aviso de novas postagens

 

FACEBOOK @9leis

INSTAGRAM leissagradas

Envie o velho e bom email clicando aqui 

 

 

 

Deixe seus comentários no fim da página e ajude a melhorar o nosso blog

Leia também

Quer fazer parte do fórum exclusivo de estudos? Faça sua solicitação!

3 comentários em “Eneagrama, você conhece mesmo?”

  1. recebi alguns comentários deste artigo perguntando onde encontrar mais informações sobre o tema do Eneagrama. Eu irei explorar mais sobre o tema ao longo das próximas semanas, porém, pretendo fazer fugindo da abordagem do Eneagrama da personalidade. Assim, acredito ser necessário estudar este símbolo de uma maneira mais clássica, como era realizado antigamente. Então, neste momento conhecendo ou não o Eneagrama, minha sugestão é meditar sobre a figura. Deixe o Eneagrama falar com você. Veja o que a exploração simbólica lhe trás à intuição. Porém, deixo uma dica: já estou falando de Eneagrama desde a minha segunda postagem. Tudo que escrevi até agora está contido no símbolo do Eneagrama. Fica a sugestão de explorar a correlação entre o que escrevi e este símbolo

    Responder

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: